quinta-feira, 14 de outubro de 2010

O Milagre da Canção de um Irmão (Ilustração)



Quando Karen soube que um bebê etava a caminho fez todo o possível para ajudar o seu filho, Michael com três anos de idade, a se preparar para a chegada do bebê. Os exames mostraram que era uma menina, e todos os dias Michael cantava pertoda barriga da mãe, agradecendo a Deus pela sua irmãzinha. Ele já a amava antes mesmo de nascer.
A gravidez se desenvolveu normalmente, mas na hora do parto surgiram algumas complicações e a menina nasceu com poucas chances de sobreviver, por isso a ambulância levou a recém-nascida para a UTI neonatal do Hospital Saint Mary, porém, os dias passavam e a menina piorava a cada instante. O médico disse para os pais que se preparassem para o pior.
Karem e seu marido começaram, então os preparativos para o funeral. (Alguns dia atrás estavam arrumando o quarto para esperar o bebê...) A tristeza invadiu a todos, enquanto Michael todos dos dias pedia aos pais que o levassem para conhecer a irmãzinha, Dizia ele: "Eu quero cantar para ela, como sempre cantei" _ mas não eram permitidas crianças na UTI.  
Entretanto, Karen  decidiu: Ela levaria Michael ao hospital de qualquer jeito, e para isso o vestiu com uma roupa um pouco maior para disfarçar a sua idade e rumou para o hospital, no entanto a enfermeira não permitiu que ele entrasse e exigiu que ela o retirasse dali. Mas Karen insistiu: "Ele não irá embora até que veja a irmãzinha! Por favor, deixe-o entrar, só um pouquinho.
Diante da insistência de Karen a enfermeira levou Michael até a incubadora e ele olhou aquela miniatura de gente que perdia a batalha pela vida. Depois de alguns segundos olhando, ele começou a cantar com sua voz pequenininha, as cantigas que sempre cantava para ela: "Você é o meu sol, o meu único sol. Você me deixa feliz mesmo quando o céu está escuro. Por favor, não leve embora o meu sol." _ Enquanto Michael cantava, a respiração difícil do bebê foi se tornando suave, e a enfermeira, chorando, pedia  a Michael que não parasse. E o menino cantava: "Outra noite querida, eu sonhei com você..."
No dia seguinte, a irmã  de Michael já tinha se recuperado e em poucos dias foi para casa. O Woman´s Day Magazine chamou essa história de 'O milagre da Canção de um Irmão.' Os médicos chamaram simplismente de milagre. Karen chamou-a de 'O Milagre do Amor de Deus.'


Que exemplo lindo de fé e pureza. A palavra de Deus diz que temos que ter um coração como de uma criança. Vamos refletir um pouco sobre isso.


"Cria em mim, hó Deus, um coração puro e renova em mim um espírito reto." ( Salmos 51.10)


(Extraído)

Nenhum comentário:

Postar um comentário