segunda-feira, 16 de março de 2015

Flordelis - De joelhos - Em fervente oração ( Canção)







Em fervente oração, vem o teu coração na presença de Deus derramar
Mas, só podes fluir o que estás a pedir
Quando tudo deixares no altar. (refrão)

Refrão.
Quando tudo perante o Senhor estiver
E todo o teu ser Ele controlar
Só, então, ás dever que o Senhor tem poder
Quando tudo deixares no altar...

 

domingo, 1 de março de 2015

Clama-Me na Angústia!


Por volta da hora nona, clamou Jesus em alta voz, dizendo: Eli, Eli, lamá  sabactâni? Que quer dizer: Deus meu, Deus meu, porque me desamparaste? (Mt 27.46)
Clama a mim, e responder-te-ei, e anunciar-te-ei coisas grandes e ocultas que não sabes. ( Jer 33.3)

Definição: Clamar ( no original- Hebraico) = gritar, bradar, chorar... Esta palavra é usada para expressar "aflição" ou "necessidade"...

Introdução.
No Evangelho de Mateus lemos sobre muitos gritos e clamores, como o grito.

 Costumo dizer que o clamor é mais forte(intensidade) do que a oração, pois a oração é a conversa com Deus, é o pedido à Deus. Mas, o clamor é o grito da alma, é a súplica da alma; há diferença entre pedir e suplicar, pois a súplica ou o clamor vai muito mais além do que um simples pedido.
  Quando uma pessoa suplica, clama ou grita é porque ela está no auge do desespero, aí, ela se humilha, chora e até se prostra diante daquele a quem ela implora por ajuda.
   No texto base dessa mensagem vimos o grito, o clamor de Jesus quando já perto de render seu espírito, naquele momento o Jesus Homem estava se sentindo só, desamparado por Deus. E, a angústia "bateu" em seu coração a ponto dele gritar: "Eli, Eli, lamá sabactâni? Que quer dizer: Deus meu, Deus meu, porque me desamparaste?"
   No momento de grande angústia ou aflição a nossa alma grita pra Deus. Quantos de nós em algum momento da vida, em meio a grande aflição, não sentiu vontade de gritar pra Deus; essa vontade de gritar é o grito da sua alma. Jesus sentiu essa necessidade de gritar pra Deus, e ele o fez.
   Temos no livro de Mateus exemplos de pessoas que gritaram pra Jesus:
 Os dois cegos. Esses cegos não suportavam mais a vida de mendicância, de miséria, dependentes de outras pessoas e da piedade delas. Quando souberam que Jesus estava em sua cidade o seguiram gritando por ajuda e Jesus os atendeu e os curou (Mt 9.27).
   O grito dos temerosos(os discípulos). De madrugada  em meio à uma ventania e mar bravio, Jesus veio andando sobre as águas, os discípulos vendo aquela cena pensaram ser um fantasma e gritaram de medo, certamente pedindo socorro à Deus. Jesus, imediatamente lhes disse: Não temas! Sou eu!(Mt 14.26). Muitas das vezes ao sentirmos medo gritamos suplicando ajuda para Deus ou para alguém.
   Um outro exemplo foi o da mulher cananéia. Para os judeus ela não tinha direito as bênçãos de Deus, pois na concepção deles as bênçãos era para os filhos(no caso, só para os judeus), e aqueles que não eram judeus, eram considerados como cães imundos. E, essa mulher sabia disso, Jesus era judeu, mas, ela não quis saber o seu desespero era muito grande, a sua filha estava terrivelmente endemoniada e, ela foi até a Jesus gritando, suplicando por ajuda e pra sua felicidade, Jesus, não fazia acepção de pessoas, para ele todos eram iguais e o que vinha a ele jamais lançava fora; Jesus ouviu o grito daquela mulher e à atendeu libertando sua filha (Mt 15.22).
  Quando gritamos pra Deus suplicando a sua ajuda, ele nos ouve e nos atende. A palavra de Deus diz: "Clama a mim, e responder-te-ei, e anunciar-te-ei coisas grandes e ocultas que não sabes" (Jeremias 33.3).
   A palavra de Deus diz que Deus faz infinitamente mais tudo aquilo que pedimos ou pensamos. O nosso Deus nos promete responder o nosso clamor e, responder grandiosamente e nos dar além do que imaginamos. Portanto, se você se encontra desesperado, aflito, angustiado..., grite pra Deus, clame a ele que certamente irá te responder e te abençoar em nome de Jesus.

  Que Deus te abençoe ricamente em nome de Jesus!


Mensagem iluminada pelo Santo Espírito de Deus.
Em: 19/01/2015.
Título e Tópicos extraídos da Bíblia da Pregadora.
Desenvolvimento: Sandra Moura.
 

Salmo 5 (canção)


Atende a voz do meu clamor, ó Rei Deus meu,
Pois eu a Ti orarei com mais fervor
Oh! Dai ouvidos ás minhas súplicas, ó Senhor
A minha meditação elevo aos céus. (Refrão)

Refrão.
Na longa noite eu a Ti vigiarei
Pela manhã Tu ouvirás a minha voz
E no Teu templo com mui fervor eu cantarei
Oh! Derrama as Tuas bênçãos sobre nós.

Eu entrarei em Tua casa pela grandeza
Em templos Teus me inclinarei perante a Ti
Guia os meus passos em Tua justiça e realeza
Oh! Vence o inimigo para mim. (Refrão)

O Deus eterno não tem prazer na iniquidade
A sua palavra é uma espada e broquel
E extermina este mundo de maldade
E conserva com retidão a quem for fiel. (Refrão)

(Extraído)