domingo, 27 de junho de 2010

Eu Acalmo o Mar (Canção)


Filho meu não temas não fiques assim desse jeito
O seu clamor chegou a mim estou aqui
Eu sei que o mal só vive cercando você na estrada
Tentando roubar sua fé até desistir
Pode ser grande o seu problema
Mas eu Sou maior que tudo
Acalmo esse vento forte lhe ajudo a prosseguir
Como ajudei meus servos de outrora não abandono
A quem clama e chora
Eu Sou o seu Deus o grande Deus

Eu acalmo o mar, não tema hó meu filho
Eu vim te ajudar, Sou seu porto seguro pode confiar
Eu Sou maior que tudo, então pra que temer Eu estou
com você
Eu acalmo o mar estou na sua frente sou seu guardião
Lhe guardo e lhe seguro com as minhas mãos
Eu Sou maior que tudo vou lhe abençoar você irá triunfar

Confia vai em frente não desista não se entregue
Veja a bandeira da vitória que se ergue
Eu estou contigo te sustento te liberto
Toda tempestade eu faço acalmar
Eu Sou o seu Senhor e lhe ajudo a toda hora
Quem é contra ti vai contemplar a tua vitória
Quando Eu abençoo ninguém pode intervir
Eu Sou Deus grande Deus.

(Autor: Marquinhos Nascimento)
(Intérprete: Rose Nascimento)

segunda-feira, 21 de junho de 2010

Jesus, a cura para a alma!


...Elias teve medo, e correu para salvar sua vida. Quando chegou a Berseba, que pertence a Judá, deixou ali o seu moço.
Ele mesmo, porém, foi ao deserto, a caminho de um dia. Chegou, assentou-se debaixo de um Zimbro e pediu para si a morte...(I Reis 19.3-8)

Introdução.
Os momentos de adversidades, nos trazem medo, desânimo, desespero e solidão. Mas, em Jesus podemos superar todas essas coisas.

. Medo = Sentimento de viva inquietação ante ao perigo real ou imaginário...
_ O profeta Elias, ante a notícia de que Jesabel a esposa do rei Acabe queria matá-lo, teve medo, e fugiu para salvar sua vida. Como que um homem usado por Deus, que acabara de enfrentar 450 profetas de Baal e matara todos a espada(juntamente com o povo é claro) agora diante de uma ameaça, de uma mulher foge com medo de ser morto?
. Desânimo = falta de ânimo, falta de coragem,falta de vontade...
_Agora, o profeta Elias foge e vai para o deserto, desanimado da vida isto é, sem coragem, sem vontade de viver e pede para si a morte. Elias, se vê cansado de tanta perseguição, de tantos problemas em sua vida.
Quantos de nós, alguma vez na vida, diante dos problemas não nos sentimos da mesma forma? Com medo de perder a batalha da vida, sem ânimo isto é, sem coragem, sem vontade de viver e chegou a pensar em morrer, e até mesmo já pediu a Deus para si a morte? E isto, não aconteceu somente com Elias, aconteceu com Jó e com muitos outros.
. Desespero = Aflição extrema...
_ Elias, se vê desesperado, em grande aflição, chega naquele deserto e diz para Deus: - "Já basta Senhor! Não sou melhor que meus pais, tira a minha vida...e fica deitado esperando a morte( uma atitude típica de depressão) a pessoa depressiva deita-se, e não tem vontade de se levantar a fim de dormir até morrer.
. Solidão = Estado de quem se acha ou vive só...
_ No texto que lemos, mais a frente, Elias esconde-se em uma caverna, e quando Deus perguntou para ele o que fazia ali, ele respondeu: "Tenho sido extremamente zeloso pelo Senhor Deus do Exércitos. Os filhos de Israel deixaram a tua aliança, derrubaram os teus altares, e mataram os teus profetas a espada, "só eu fiquei" e estão tentando matar-me também.(V.14)
Elias estava se sentindo só, pensando que estava só.
Todo ser humano por mais espiritual que seja, por mais conhecimento de Deus que tenha, passa por esses momentos de fragilidade, porque o homem é um ser frágil, e ante ao perigo, a dor e ao sofrimento ele sente medo, desespero, desânimo e solidão. O próprio Senhor Jesus que era 100% homem e 100% Deus, em sua fragilidade humana, com excessão do desânimo, sentiu medo ante a dor que iria passar, sentiu uma grande aflição e solidão; Ele sentiu a necessidade da companhia de seus amigos naqueles momentos, sentiu a necessidade de que orassem juntamente com ele, mas Ele não teve isso, os anjos é que vieram consolá-lo logo após as suas orações.
Quantos de nós, nos momentos de aflição ficamos sozinhos, e tivemos somente o consolo do nosso Deus; e, graças a Deus por isso! Porque o que seria de nós se Ele não tivesse conosco nos momentos difíceis?
. Jesus, o pão e a água da vida!
_Elias, estava passando por tudo isso, mas, ele teve o consolo de Deus, a providência de Deus nos momentos mais difíceis da sua vida, Deus não deixou que ele se entregasse, não deixou que ele morresse; enviou um anjo com pão e água para que ele se alimentasse, e com a força daquele alimento ele prosseguiu a sua caminhada, fazendo a obra de Deus, vencendo os seus inimigos até que um dia foi arrebatado ao céu(Elias não morreu,foi levado vivo ao céu).
Jesus Disse:" Eu sou o pão vivo que desceu do céu. Quem de mim se alimenta jamais terá fome e sede. E terá a vida eterna."(João.6.35,41,51) Só Ele é capaz de curar a nossa alma desses sentimentos, só Ele é capaz de alimentar o nosso espírito e dar-nos forças para prosseguir-mos a nossa jornada até o fim.
Talves assim como o profeta Elias, você está com medo de perder a batalha da vida, está sem ânimo até para viver, está desesperado e sentindo-se só. Mas, o Espírito Santo te diz hoje: "Jesus é o Pão que te alimenta, a Água que te sacia, o alimento que te fortalece, Ele é o único que pode lhe dar forças para vencer todo este mal; Nele você tem a vitória.
Ele disse: "No mundo tereis aflições, mas tende bom ânimo, Eu venci o mundo.(João 16.33) O Senhor Jesus está dizendo nestas palavras que: "Enquanto vocês estiverem neste mundo, passaram por situações difíceis, mas, tenham coragem, Eu, o vencedor estarei com vocês e vencerão.
Caro leitorª, entregue a sua vida, os seus problemas nas mãos do Senhor Jesus, busque Nele a solução para os seus problemas, procure alimentar-se Dele o buscando na meditação de sua Palavra, em oração e jejuns e, você será um vencedor, uma vencedora; lembre-se de que Ele está contigo e que você não está só, e creia na sua vitória em nome de Jesus.

Que Deus te abençoe abundantemente!

Mensagem iluminada pelo Espírito de Deus.
Em:21/06/2010.
Autora: Sandra Moura.

Ludwig Van Beethoven


Era um belo dia de verão nos Alpes austríacos. Beethoven perambulava pelos campos com seu aluno Fritz Ries.
"Esta, meu jovem, é a fonte de minha música - disse Ludwig, estendendo os braços para abraçar a floresta e o riacho, a montanha e o céu."
" O menino que cuida das ovelhas também é uma de suas fontes? - Perguntou Fritz - A cançãozinha que ele está tocando é deleitosa."
"Hum?! O que quer dizer?"
"A música que o menino pastor de ovelhas está tocando em sua flauta - Falou Fritz um pouco mais alto - é uma música alegra e muito ritmada. Me faz querer dançar. O senhor não ouviu?"
"Uma flauta de pastor? Onde?
"Aqui, a sua esquerda."
A menos de dez metros de distância um pequeno pastor estava sentado em uma pedra, com uma flauta na boca, acompanhando com o balanço do corpo o compasso da música. Ludwig parou por um momento, esforçando-se para ouvir o som. Mas, tudo era silêncio...
"Oh! Não! - Pensou Ludwig - Estou ficando surdo! Como poderei tocar se não posso ouvir os sons?"
Os médicos deram-lhe pílulas e porções, mas nada adiantou. Então ele se retraiu a uma vida de solidão por algum tempo, recusando-se a se encontrar com as pessoas e tocar.
Beethoven andava sem rumo pelas colinas e desejava morrer. A vida parecia sem sentido.
Então um dia ele tomou a decisão: "Não permitirei que minha enfermidade me vença. Posso não ser capaz de ouvir música com os ouvidos, mas ainda posso ouvi-la com a mente. Essa coisa desagradável que me aconteceu será transformada em beleza em minha alma. Ainda poderei escrever músicas para a glória de Deus.
E assim fez: Voltou ao trabalho e produziu a música pela qual ele agora é considerado famoso.

Nos momentos de adversidades, quando você perceber que o desespero o está dominando, clame por Jesus, pois somente Ele poderá lhe dar serenidade neste momento para crer que dias melhores virão, Sabe porque?
"E sabemos que todas as coisas contribuem juntamente para o bem daqueles que amam a Deus..."(Romanos 8.28) (Extraído)

quarta-feira, 2 de junho de 2010

Samambaia e o Bambu



Certo dia, decidi dar-me por vencido.
Renunciei ao meu trabalho, às minhas relações e a minha fé.
Resolvi desistir até da minha vida.
Dirigi-me ao bosque para ter uma última conversa com Deus.
"Deus", eu disse:
" O Senhor poderia me dar uma boa razão para eu não entregar os pontos?"
Sua resposta me surpreendeu:
" Olhe em redor.
Você está vendo a samambaia e o bambu?"
" Sim estou vendo", respondi.
" Pois bem, quando Eu semeei as samambaias e o bambu, cuidei deles muito bem.
Não lhes deixei faltar luz e água. A samambaia cresceu rapidamente.
Seu verde brilhante cobria o solo. Porém, da semente do bambu nada saía.
Apesar disso, eu não desisti do bambu. No segundo ano, a samambaia cresceu ainda mais brilhante e viçosa. E, novamente, da semente do bambu, nada apareceu.
Mas, eu não desisti do bambu. No terceiro ano, no quarto, a mesma coisa. Mas, no quinto ano, um pequeno broto saiu da terra. Aparentemente, em comparação com a samambaia, era muito insignificante.
Seis meses depois, o bambu cresceu mais de 50 metros de altura.
Ele ficara cinco anos afundando raízes.
Aquelas raízes o tornaram forte e lhe deram o necessário para sobreviver.
A nenhuma de minhas criaturas eu faria um desafio que elas não pudessem superar."
E, olhando bem no meu íntimo, disse:
" Você sabia que durante todo esse tempo que você vem lutando, na verdade, estava criando raízes?
Eu jamais desistiria do bambu. Nunca desistiria de ti. Não se compare com outros.
O bambu foi criado com uma finalidade diferente da samambaia, mas ambos eram necessários para fazer do bosque um lugar bonito.
Seu tempo vai chegar", disse-me Deus. " Você crescerá muito!" "Quanto tenho de crescer?" Perguntei.
"Tão alto como o bambu!" Foi a resposta. E eu deduzi: Tão alto quanto puder!
Espero que estas palavras possam lhe ajudar a entender que Deus nunca nunca desistirá de você.
Nunca se arrependa de um dia da sua vida.
Os bons dias lhe dão felicidade.
Os maus lhe dão experiência.
Ambos são essenciais para avida.
A felicidade lhe faz doce.
Os problemas lhe mantém forte.
As penas lhe mantém humano.
As quedas lhe mantém humilde.
O bom êxito lhe mantém brilhante.
Mas, só Deus lhe mantém caminhando.
(Extraído)