terça-feira, 21 de fevereiro de 2012

No Deserto é Lugar de Concerto com Deus


 Ele foi para o deserto, caminho de um dia, e veio assentou-se debaixo de um zimbro; e, desejando morrer, disse: Já basta, ó Senhor, tira-me a vida, pois não sou eu melhor que meus pais.(I Reis 19:4)


Introdução.
 Muitas das vezes passamos pelo deserto, isto é, pelas adversidades da vida para sermos provados por Deus. Outras vezes a pessoa passa pelo deserto por causa da desobediência a palavra de Deus e por se afastarem Dele. Seja qual for o motivo de passar-mos pelo deserto, é lá, que nos concertamos com Deus e somos restaurados ou renovados por Ele.


 No texto base dessa mensagem, fala do momento difícil que Elias passou. O deserto de Elias foi literal e figurado ao mesmo tempo, o figurado, representa a situação difícil que ele passou, e o literal, foi a região deserta, distante da civilização que Elias escolheu para ficar longe de todos e esperar a morte. Elias, como todo ser humano, passou por um momento de fraqueza espiritual ele chegou no seu limite, Elias vinha passando por muitas provas, perseguições, ameaças de morte... então ele chegou no auge de suas forças e chegou ao ponto de pedir para si a morte.
 Quantos de nós em algum momento de nossa vida, devido os problemas não passamos pela mesma situação, e chegamos a desejar o mesmo que Elias desejou, a morte, e chegamos até a pedir a Deus que nos levasse. Quantos de nós não chegamos no nosso limite, e falamos para Deus: "Senhor, eu não aguento mais esse sofrimento!"
Foi nesse limite que Elias chegou, ele disse para Deus: "Já basta, Senhor, tira a minha vida, pois não sou melhor que meus pais!" Elias foi para aquele deserto a fim de morrer, mas, ali naquele deserto o Senhor o visitou, o consertou, isto é, o restaurou, renovou as suas forças através do pão e da água que simboliza a palavra de Deus e o Espírito Santo.
  Ali, naquele deserto, Elias foi alimentado por Deus, foi cheio do Seu Espírito e recebeu ânimo da parte de Deus para continuar a sua jornada e sua obra; e com certeza, ali naquele deserto Elias se concertou com Deus, arrependido por ter se esquecido de que Deus era com ele em todos os momentos, ali , Elias cresceu espiritualamente. 
  Muitas das vezes a pessoa passa pelo deserto por causa da desobediência a palavra de Deus, por se afastar de Deus e de sua casa, como foi o caso da parábola do filho pródigo. Qual foi o deserto do filho pródigo? Foi quando o dinheiro acabou, a fome, a humilhação... depois de ser príncipe na casa de seu pai passou a viver como um escravo, cuidando de porcos, desejando até  comer a lavagem dos porcos tamanha era a sua fome, mas, lá naquele deserto, isto é, naquele sofrimento, aquele jovem se arrependeu por ter deixado a casa de seu pai, arrependeu-se de seus pecados, se concertou com Deus e posteriormente com seu pai; aquele jovem voltou para casa de seu pai, foi recebido com amor e honra pelo seu pai e voltou a ser  príncipe daquela casa.  
  Não tem sido diferente a situação de muitas pessoas hoje em dia, por causa da desobediência a palavra de Deus, e por se afastarem do Deus Pai e de sua casa, elas têm passado pelo deserto do sofrimento, têm sido escarvizadas por Satanás e perderam o estado de príncipe e princêsa da casa do Pai; e Deus tem permitido o deserto na vida dessas pessoas para que elas caiam em si, se concertem, isto é, se reconciliem com Deus e se voltem para Ele. 
  Amados, que o deserto por qual estamos passando ou venhamos a passar, não seja por causa da desobediência a palavra de Deus e do afastamento de Deus. No deserto da vida, é o momento de fazermos uma análise de nossa vida, isto é, de nossos atos, para ver se a culpa desse sofrimento é nossa. Detectada a causa, é o momento de nos concertar-mos com Deus, aí, então, seremos restaurados por Ele; porém, se nos achar-mos inocentes é porque estamos sendo provados por Deus, e Ele está permitindo esse deserto porque Ele quer nos moldar, quer nos fazer crescer espiritualmente para cheguemos a maturidade espirital, para que sejamos experientes e possamos ter condições de ajudar outras pessoas que por-ventura estejam passando pela mesma situação.
 O segredo para vencer o deserto da vida é a fidelidade a Deus, a obediência a Sua palavra e a perseverança na fé Nele. Agindo assim, com certeza a pessoa vai sair do deserto aprovada por Deus e será vitoriosa em nome de Jesus.


    "Que Deus te abençôe ricamente em nome de Jesus!"


Mensagem iluminada pelo Espírito de Deus.
Em:20/02/2012.
Autora: Sandra Moura.

terça-feira, 14 de fevereiro de 2012

Deus Não Esquece de Seus Filhos!


Até quando, Senhor, me esquecerás para sempre?
Até quando esconderás o Teu rosto de mim?
Até quando terei angústias em minha alma,
aflição em meu coração a cada dia?
Até quando o meu inimigo será exaltado sobre mim?(Salmos 13:1,2)
 Pode uma mulher esquecer-se tanto de seu filho que mama que não se compadeça do filho do seu ventre?
Mas ainda que essa se esquecesse, Eu nunca me esquecerei de ti.(Isaías 49:15)




Introdução.
 Muitas das vezes por causa dos problemas em nossas vidas ficamos tristes, aflitos, angustiados e pensamos que Deus se esqueceu de nós. Porém, o Espírito Santo vai nos dizer através desta mensagem que Deus não se esquece dos seus filhos.




  Analisando este Salmo de Davi e, analisando também a sua história e o seu caráter tentei entender o porque de sua aflição e angústia. Porque Davi nunca foi um homem medroso, ele não se intimidava diante de seus inimigos, desde jovem  era corajoso, ele enfrentava e matava leão, urso... para proteger suas ovelhas.
 Todos nós conhecemos a sua história de como ele matou o gigante golias, Davi era um homem de frente de batalha quando a ordem era para matar cem inimigos ele matava duzentos, porque Deus era com ele em todas as suas batalhas. Davi sabia do poder do Deus que ele servia; então porque tanta angústia e aflição? E porque pensou que Deus o esqueceu? Então pude perceber que o seu inimigo só poderia ser o rei Saul ou o seu filho Absalão.
 O rei Saul a quem Davi amava e reverenciava por ser rei ungido do Senhor, a quem Davi sempre foi fiel e lutou pelas suas causas, seu sogro a quem ele chamava de pai, se levanta contra Davi por inveja para o matar. Então entendi a aflição e angústia de Davi, pois se os seus inimigos fossem outros ele  mataria a todos, mas, Saul não, ele não queria levantar suas mãos contra o ungido do Senhor, e se ele não se defendesse ele iria ser morto, então Davi preferiu fugir. 
  Saul perseguia a Davi incansavelmente porque não queria perder o trono para ele, Saul queria matá-lo de qualquer jeito.  Por isso Davi estava angustiado, porque quando a pessoa é perseguida e odiada por pessoas estranhas, que não fazem parte do rol de amigos e familiares é até preocupante, mas não trás tanta dor na alma, porém, quando esse inimigo é aquela pessoa que você ama e faz parte de sua família, ai sim, a dor é muito grande. 
  Davi foi perseguido mais tarde pelo seu próprio filho Absalão, que queria matá-lo para tomar posse do reino, e mais uma vez Davi foge, para não ser morto e não ter que enfrentar o seu filho. Dizem os historiadores que antes de Davi tomar posse do trono ele foi fugitivo por cerca de dez anos, por isso também essa angústia, pela demora da resposta as suas orações.
 Como todo ser humano Davi teve um momento de fraqueza espiritual e chegou a pensar que Deus o esqueceu. Não é assim que muitas das vezes acontece conosco? Sabemos que Deus é poderoso, que Ele é o nosso socorro, que Ele está conosco mas devido as lutas, as tribulações da vida e a aparente demora da resposta das nossas orações, fazemos para Deus a mesma pergunta que Davi fez: "Até quando Senhor vou sofrer assim? Até quando esses problemas estarão em minha vida? Até quando se esquecerás de mim?" Todavia o Senhor nos diz em sua palavra: "Pode uma mãe se esquecer de seu filho que mama de modo que não se compadeça dele? Mesmo que ela venha a se esquecer, Eu todavia não me esquecerei de ti."
  O Senhor não esquece de nós, Ele está te dizendo hoje: "Eu não me esqueci de ti, não tenha medo Eu vou te dar a vitória, Eu estou contigo por onde quer que andares. 
 Queridoª, o diabo pode fazer de tudo para impedir que você tome posse de sua bênção, das promessas de Deus em sua vida, mas ele não vai conseguir porque se Deus é por nós, quem será contra nós? O diabo fez de tudo para impedir que Davi tomasse posse do reino usando o rei Saul, e mais tarde o diabo tentou tirar o rei Davi do trono usando o seu próprio filho Absalão, mas Deus era com Davi e no momento certo deu cabo de todos os seus inimigos e Davi tomou posse das promessas de Deus.
 Quando Deus tem promessas para nossas vidas ninguém pode impedir, o diabo pode fazer de tudo para tentar impedir que tomemos posse de nossa bênção, mas ele é destruído em nome de Jesus.
 Caroª leitorª, se você tem estado aflito, angustiado com sua alma ferida por causa  dos seus  problemas, se você tem sido ferido, perseguido por aquela pessoa que tanto ama e está pensando que Deus o esqueceu, lembre-se de que Ele não esquece de seus filhos, e Ele não  esqueceu de você, no tempo certo você irá receber a resposta de suas orações e tomará posse de sua bênção, basta você crer e confiar Nele e você será vitorioso, vitoriosa em nome de Jesus.
   
    Que Deus te abençoe ricamente em nome de Jesus!


Mensagem iluminada pelo Espírito de Deus.
Em: 22/08/2007.
Autora: Sandra Moura.

quarta-feira, 1 de fevereiro de 2012

Vitória Sobre o Se (Ilustração)



           
Philip II, rei da macedônia e pai de Alexandre, o Grande, conquistou ou formou alianças com todas as grandes cidades soberanas gregas, exceto Sparta que, com obstinação, permanecia independente. Finalmente, deixando de lado a diplomacia, Philip enviou a Sparta uma ameaça: "É aconselhável que você se subemeta imediatamente, pois, se eu trouxer meu exército contra suas terras, destruirei suas fazendas, matarei seu povo e arrasarei sua cidade. " A resposta  de Sparta foi simples: "Se". Um escritor contou: "Recordando  o passado glorioso do exército de Sparta, Philip refletiu melhor e partiu sozinho."


   Quantas vezes nos mostramos abatidos, desanimados e pessimistas, simplismente porque alguma coisa não agradável pode acontecer. A situaçaõ da empresa onde trabalho não é nada boa e "se" me dispensarem, o que vai ser da minha vida? Eu estava contando com o fechamento daquele nogócio para resolver grande parte dos meus problemas, mas estou sentindo insegurança e "se" o negócio não acontecer o fracasso será inevitável. Estou precisando muito desse curso e "se" uma vaga o meu futuro será incerto.
  Parece que a progamação de nossa vida depende de um "se" e não conseguimos ir a lugar algum porque não temos a ousadia de enfrentá-lo sem temor. Os grandes conquistadores trocam o "se" por "eu vou conseguir" e seguem com determinação em busca dos seus ideais.
   Coloque sua vida diante de Deus. Descanse mesmo diante dos momentos de tribulação. Creia firmemente que em Cristo você sempre obterá a vitória.


    "Mas eu confio em ti, ó Senhor, e digo: 'Tu és o meu Deus. Os meus dias estão nas tuas mãos." (Salmos 31. 14,15)
(Extraído)