quinta-feira, 24 de novembro de 2011

Um Coração Arrependido (Vídeo)



       " Pois lhes perdoarei as suas maldades, e nunca mais me lembrarei dos seus pecados." 
         (Jeremias 31.34.b) 

terça-feira, 22 de novembro de 2011

A Lebre e a Tartaruga (Ilustração)


 A lebre vivia a se gabar que era o mais veloz de todos os animais. Até o dia em que encontrou a tartaruga.
_ Eu tenho certeza de que, se apostarmos uma corrida, serei vencedora - desafiou a tartaruga.
A lebre caiu na gargalhada: Uma corrida? Eu e você? Essa é boa!
_ Por acaso você está com medo de perder? - perguntou a tartaruga.
_ É mais fácil um leão cacarejar do que eu perder uma corrida para você - respondeu a lebre.
  No dia seguinte a raposa foi escolhida para ser a juíza da prova. Bastou dar o sinal da largada para a lebre disparar na frente a toda velocidade.
A tartaruga não se abalou continuou na disputa. A lebre estava tão certa da vitória que resolveu tirar uma soneca.
"Se aquela molenga passar a minha frente, é só correr um pouco que eu ultrapasso" _ pensou.
A lebre dormiu tanto que não percebeu quando a tartaruga, em sua marcha vagarosa e constante, passou.  Quando acordou, continuou a correr com ares de vencedora. Mas, para sua surpresa, a tartaruga, que não descansara um só minuto, cruzou a linha de chegada em primeiro lugar.
  Desse dia em diante, a lebre tornou-se o alvo das chacotas da floresta.
  Quando dizia que era o animal mais veloz, todos lembravam-na de certa tartaruga...


    Imagine que a lebre desta fábula representa obstáculos colocados pelo diabo ao longo do nosso caminho, a fim de nos impedir de enfrentarmos os desafios.
       Como deveríamos reagir diante de tais circunstâncias?
 "Olhando para Jesus, o autor e consumador da nossa fé, o qual, pelo gozo que lhe estava proposto, suportou a cruz, desprezando a afronta, e assentou a destra de Deus." (Hebreus 12.2)
    Alguns desafios, aparentemente, são impossíveis de serem vencidos. Então, porque continuar perseverando e acreditando na vitória? Porque...
  "Se tu podes crer; Tudo é possível ao que crê."  (Marcos 9.23 b)
(Extraído)

terça-feira, 15 de novembro de 2011

Não Desista de Sua Bênção


Então o homem disse: Deixa-me ir, pois já rompeu o dia. Porém Jacó respondeu: Não te deixarei ir, se não me abençoares. (Gênises 32.26)




Introdução.
O segredo para se alcançar a vitória é lutar em oração sem jamais desanimar ou desistir.


  O texto base desta mensagem fala de uma história muito conhecida no meio cristão, tratasse da história de Jacó. Jacó estava vivendo numa terra distante de sua terra natal, pois havia fugido da terra em que nascera por causa do ódio de seu irmão Esaú, que queria matá-lo porque Jacó recebera a bênção da primogenitura em seu lugar. Um dia o Senhor Deus disse para Jacó voltar para sua terra, e Jacó prontamente obedeceu, mas ficou com medo de como seria recebido por seu irmão, e ele mandou seus servos na sua frente com presentes afim de aplacar a ira de seu irmão; porém, Jacó não se sentia seguro só com os presentes, ele precisava da ajuda de Deus para aquela causa e, Jacó lutou a noite toda em oração e não parou enquanto não recebeu a resposta de Deus, e de tanto insistir Jacó conseguiu a sua bênção, ele foi recebido por seu irmão com muito amor.
  Essa deve ser a atitude da pessoa frente a um problema, a perseverança, a persistência na oração. Muitas pessoas desanimam e desistem no meio do caminho, pois acham que não vão conseguir, que Deus não está ouvindo suas orações, que está demorando a sua vitória; desistir não é a solução, muito pelo contrário, quem desiste não alcança a vitória. O segredo do sucesso, da vitória é perseverar até o fim; a Palavra de Deus diz que aquele que perseverar até o fim será salvo; esse texto fala da salvação eterna, mas também pode ser interpretado, isto é, entendido, de que Deus também fala da salvação, isto é, da libertação, do livramento de seus problemas.
  Um outro exemplo de perseverança e persistência na oração foi o de Sunamita. Sunamita era uma mulher de boa situação financeira, seu esposo já era velho e, ela não tinha filhos; um dia Sunamita vendo o profeta Elizeu passar em frente a sua casa, disse para seu esposo: "Vejo que este homem que passa é santo homem de Deus, façamos um quarto, coloquemos uma cama, uma mesa e uma cadeira para quando ele passar por aqui possa se recolher nele, e assim foi. Elizeu agradecido pelo gesto daquela mulher em acolher a ele e seu ajudante, quis recompensá-la de alguma forma, e perguntou do que ela precisava, e ela disse que não precisava de nada; porém, Elizeu perguntou  para o seu ajudante: "O que ei de fazer por ela?" E Geasi disse que ela não tinha filhos, então Elizeu chamou a Sunamita e disse que no tempo determinado ela teria um filho, e Sunamita disse:" Oh! senhor meu não enganes a tua serva;" e assim foi, no tempo determinado Sunamita teve um filho. 
  Certo dia sendo seu filho já crescido, quando estava no campo junto com seu pai sentiu uma forte dor de cabeça e, seu pai mandou levar o menino para sua mãe, Sunamita fez de tudo para sanar aquela dor, porém, sem sucesso algum e, o menino veio a morrer. Sunamita colocou o menino no quarto do profeta e foi ao seu encontro, chegando lá ela lançou-se aos pés do profeta em prantos e disse: "Te pedi algum filho? Eu não te disse que não me enganasse? E, Elizeu mandou o seu ajudante até  a sua casa, porém Sunamita disse: "Tão certo como vive o Senhor teu Deus e vive tua alma que não te deixarei." Em outras palavras Sunamita estava dizendo: "Eu não saio daqui, eu não te largo enquanto não fores comigo;"  e Elizeu foi com ela, orou a Deus pelo menino e Deus tornou a dar a vida ao menino, e Sunamita teve seu filho em seus braços novamente. Sunamita venceu porque não desistiu de sua bênção; e é assim que temos que agir, não podemos desistir daquilo que Deus nos deu, daquilo que queremos alcançar.
  Em Lucas 18:1-8, Jesus fala do dever de orar sempre sem jamais esmorecer, isto é, sem jamais desanimar ou desistir, pois é na insistência, na perseverança que alcançamos a vitória. E Jesus conta nesse texto a parábola do Juiz iníquo e da viúva; de tanto essa viúva bater na porta do juiz pedindo que ele julgasse a sua causa, aquele juiz acabou atendendo sua petição lhe fazendo justiça para que ela parasse de importuná-lo. E Jesus diz: " Se aquele juiz sendo mau fez justiça aquela viúva por causa de sua insistência(ênfase minha), Não fará Deus justiça a seus escolhidos que o clamam de dia e de noite, ainda que os faça esperar? Digo que depressa lhes fará justiça..."
   Queridos o Espírito Santo diz através dessa mensagem: "Não desista de lutar! Não desanime, persevere, insista, não desista daquilo que o Senhor te deu, daquilo que você deseja alcançar, ore, clame até receber a sua vitória; agindo assim com certeza você será vitorioso, vitoriosa em nome de Jesus.


      " Que Deus te abençoe ricamente em nome de Jesus!"


Mensagem iluminada pelo Espírito de Deus.
Em: 27/10/2011.
Autora: Sandra Moura.