sexta-feira, 1 de agosto de 2014

O Dia Mau


Portanto, tomai toda a armadura de Deus, para que possais resistir no dia mau e, depois de terdes vencido tudo, permanecer inabaláveis. (Efésios 6:13)

Introdução.
O dia mau chega para todos nós, mas para resistirmos esse dia temos que nos revestir da armadura de Deus.

  O dia mau. Esse dia, é aquele dia de tribulação, de aflição, de dor... que chega inesperadamente na vida de cada um de nós. Não tem como escapar desse dia, pois vivemos no mundo e os problemas, as aflições... fazem parte desse mundo, todavia Jesus nos disse: No mundo tereis aflições, mas tende bom ânimo, Eu venci o mundo.(Jo 16.33)
  No texto base dessa mensagem diz  que devemos nos revestir da armadura de Deus para resistirmos o dia mau, ou seja, para termos  forças e ficarmos firmes na fé em Deus. A armadura de um soldado serve para proteger o seu corpo desde a cabeça até os pés, assim como, a armadura de Deus nos protege.
 Devemos nos revestir da verdade, que é a palavra de Deus, da couraça da justiça que é a justiça de Deus e calçado os pés na preparação do evangelho da paz, que é o evangelho de Cristo, devemos tomar o escudo da fé com o qual poderemos apagar todos os dardo inflamados do maligno, isto é, toda arma preparada por Satanás contra nós será aniquilada através da fé; devemos tomar o capacete da salvação e a espada do Espírito que é a palavra de Deus, essa arma protegerá a nossa mente de toda ação do inimigo, e por fim, a oração em todo o tempo e súplica no Espírito, ou seja orar sem cessar.
 Com essas armas poderemos resistir o dia mau, a tentação... que vem diariamente sobre cada um de nós para nos derrubar, nos desviar dos caminhos do Senhor Jesus. A palavra de Deus diz que devemos sujeitarmos a Deus e resistirmos o diabo que ele fugirá de nós, ou seja, venceremos o diabo e os problemas da vida obedecendo a palavra de Deus, buscando nela diariamente a solução e a direção para nossa vida.
  Muitas pessoas acham que ser Cristão é sinônimo de ausência de problemas, elas pensam que ser cristão é viver num mar de rosas se pregaram isso para elas, elas caíram no engano. É claro que ser Crente em Jesus é a melhor coisa do mundo, não existe felicidade maior do que essa! Mas ser cristão também é cruz, ou seja, é sacrifício, é levar uma vida de renúncias, de luta da nossa carne contra o espirito, de Satanás contra nós vinte quatro horas por dia, de perseguições... Embora tudo isso aconteça vale a pena ser cristão e podemos dizer que somos o povo mais feliz da face da terra pois temos Aquele(Jesus) que nos garante vitória, consolo... e promete estar conosco todos os dias, em todas as situações sejam elas felizes ou tristes.
   O cristão consegue passar pela prova dando glórias a Deus graças a certeza de vitória que ele tem.
 Talves você esteja passando pelo dia mal e está sem forças, e até pensa que não vai resistir. Revista-se da armadura de Deus e você se encherá de forças, de poder... e conseguirá resistir firme na fé em Deus até receber a sua vitória, que é certa, se assim você crer em nome de Jesus.

   Que Deus te abençoe ricamente em nome de Jesus!

Mensagem iluminada pelo Espírito Santo.
Em: 21/07/2014.
Autora: Sandra Moura.  
 
 

Sonhador Fiel (Canção)


Profetizando Vitória


Então, Calebe fez calar o povo perante Moisés e disse: Eia!  subamos e possuamos a terra, porque, certamente, prevaleceremos contra ela.
Porém os homens que com ele tinham subido disseram: Não poderemos subir contra aquele povo, porque é mais forte do que nós. (Números 13: 30,31)


Introdução.
Há um ditado que diz: O homem é o que pensa ser. Este ditado é uma verdade pois o que declaramos para nossa vida, seja positivo ou negativo é o que alcançamos.

 No texto base dessa mensagem podemos observar duas atitudes da parte dos personagens aqui citados, Calebe e os dez espias. Os dez espias tinham em suas mentes pensamentos negativos, ou seja, de incredulidade, se viam como perdedores, insignificantes, incapazes de vencer os obstáculos que tinham a sua frente. Por outro lado, Calebe se via como um vencedor, capaz de vencer aqueles inimigos em nome do Deus vivo.
 Quando se diz que o homem é o que pensa ser, o significado é um só: se o indivíduo se vê como perdedor ele será um perdedor; se ele se vê como um vencedor, ele será um vencedor. Esses personagens são um exemplo disso; Calebe profetizou vitória, ele creu que seria capaz de vencer os povos inimigos que havia naquela terra e tomar posse da benção, e a consequência disso foi vitória, ele venceu e entrou na terra prometida.
Por outro lado, os dez espias declararam derrota, disseram: não poderemos vencer esses homens, somos como gafanhotos diante deles; e a consequência disso foi derrota, assim como pensaram, aconteceu, perderam, morreram de praga no deserto porque não creram no poder de Deus, que com a ajuda dele venceriam e, não entraram na terra prometida.
 Vemos aí, que nunca devemos declarar derrota para nossa vida, mas sempre vitória, ainda que pareça difícil, perdido... temos que crer que Deus é conosco e nos garante vitória, pois sua palavra diz: Que tudo é possível ao que crer. A Psicologia chama isso de otimismo e pessimismo, ou seja pensamento positivo e negativo; a Bíblia chama de fé e incredulidade. Jesus diz que tudo o que pedirmos em oração, crendo, receberemos.
 Só através da nossa fé em Jesus é que seremos vitoriosos. E quando profetizamos que já somos vencedores, que somos capazes, que vamos conseguir demostramos a nossa fé em Deus. O apóstolo Paulo declarou: Eu tudo posso naquele que me fortalece. Isso quer dizer que não há limites para aquele que crer em Jesus.
 Então queridoª, creia na sua vitória, profetize vitória pra sua vida, se veja como um vencedorª e assim sucederá em nome de Jesus.

   Que Deus te abençoe ricamente em nome de Jesus!

Mensagem iluminada pelo Santo Espírito.
Em:21/05/09.
Autora: Sandra Moura. 
 

sábado, 5 de julho de 2014

Nas Mãos de Jesus


Então disse Davi a Gade: Estou em grande angústia; porém caiamos nas mãos do Senhor, porque muitas são as suas misericórdias; mas, nas mãos dos homens, não caia eu. (II Samuel 24:14)

Introdução.
Ao entregarmos a nossa vida nas mãos de Jesus seremos vencedores. Pois elas nos garantem segurança e vitória.

 O senhor Jesus diz em sua palavra: As minhas ovelhas ouvem a minha voz; eu as conheço... Ninguém poderá arrebatá-las da minha mão(Jo 10:27,28). Quando entregamos a nossa vida, a nossa família e tudo que temos nas mãos de Jesus podemos descansar, pois aquele que está nas mãos dele está seguro, porque ninguém pode nos tirar das mãos do Senhor.
 A palavra de Deus também diz que todos os santos estão nas suas mãos; portanto, estão protegidos. Santo é aquele que foi separado pra Deus, todos os salvos em Cristo são santos e Deus tem compromisso com eles.
 Quando estamos cansados, caídos, fracos ou com medo de avançar, de fazer algo importante podemos pedir ao Senhor Jesus que segure em nossa mão, pois ele nos sustenta, nos levanta, nos guia em segurança e nos garante a vitória.
 O profeta Ezequiel foi chamado por Deus para profetizar aos filhos de Israel o povo de Deus. O Senhor disse a Ezequiel que não seria fácil pois o povo era obstinado e duro de coração, que com certeza não receberiam com bons olhos a profecia que seria dura; Ezequiel sentiu um peso muito grande, tamanha a responsabilidade, porém ele declarou: ...mas a mão Senhor era forte sobre mim(Ezequiel 3.1.
 No texto base dessa mensagem, vimos um relato da história de Davi. Davi fez algo que desagradou a Deus, ele levantou um censo de Israel e Judá; por causa disso Deus decidiu puni-lo e mandou ele escolher entre três tipos de punição, a saber: Sete anos de fome sobre sua terra ou três meses fugindo da perseguição de seus inimigos ou três dias de peste em sua terra. E Davi escolheu cair nas mãos de Deus, ele declarou: Caiamos nas mãos do Senhor, porque muitas são as suas misericórdias; mas não caia eu nas mãos dos homens( II Sam 24.14).
 Davi sabia da misericórdia de Deus, sabia que eles seriam castigados mas não destruídos, que o Senhor faz a ferida e à cura; pois o nosso Deus é como um pai, ele castiga a todos quanto ama, e a sua disciplina é para nos corrigir e nos instruir.
 As mãos do Senhor Jesus foram cravadas na cruz por nossa causa, elas foram feridas para nossa salvação. Suas mãos também tocaram e curaram muitas pessoas.
 A palavra de Deus diz que seremos uma coroa de glória na mão do Senhor, e um diadema real na mão do nosso Deus( Isaías 62.3). Isso significa que seremos grandemente honrados, exaltados. A palavra de Deus também diz: Humilhai-vos portanto, debaixo da potente mão de Deus, para que a seu tempo vos exalte( I Pedro 5.7).
 Queridos, entregue sua vida, sua família, seus projetos e tudo o que você tem nas mãos de Jesus, pois se estiveres nas mãos dele tudo dará certo. Se estiveres fraco peça que ele segure em sua mão e ele te sustentará, te fortalecerá; Se estiveres com medo peça a ele que segure em sua mão e ele te guiará com segurança; Se estiveres precisando de salvação peça a ele que te salve pois ele foi ferido para te salvar; Se estiveres sendo disciplinado não tenha medo da disciplina do Senhor, pois, como um pai ele disciplina os seus filhos; Se estiveres sendo humilhado creia que a seu tempo Deus te exaltará.
  Esteja certoª de uma coisa, das mãos do Senhor Jesus ninguém, absolutamente ninguém poderá te tirar, porque ele é maior que tudo. Em sua mãos estamos seguros e elas nos garantem vitória.

Que Deus te abençoe ricamente em nome de Jesus!

Mensagem iluminada pelo  Espírito de Deus.
Em:22/06/2014.
Tema e tópicos extraído da Bíblia da Pregadora.
Desenvolvimento: Sandra Moura.     

   

Salmos

As tuas mãos me fizeram e me formaram...(SL 119.73)
Os meus dias estão nas tuas mãos...(SL 31.15)
Seu é o mar, pois ele o fez, e as suas mãos formaram a terra seca. (SL 95.5)
Ainda que caia não ficará prostrado,  pois o Senhor o sustém com a sua mão. (SL 37.24)
A minha mão será firme sobre ele; o meu braço o fortalecerá. (SL 89.21)
Todavia estou de contínuo contigo; tu me seguras pela minha mão direita (SL74.23)
As obras das suas mãos são verdadeiramente justas; fiéis são todos os seus preceitos. (SL 111.7)

 

Entrega (Canção)

 

domingo, 1 de junho de 2014

Os benefícios da Adversidade II


Agora, pois, não vos entristeçais, nem vos irriteis contra vós mesmos por me haveres vendido para aqui; porque para conservação da vida, Deus me enviou adiante de vós.
Assim, não fostes vós que me enviaste para cá, e sim Deus, que me pôs por pai de Faraó, e senhor de toda a sua casa, e como governador em toda a terra do Egito.(Gênesis 45. 5,8)
Sabemos que todas as coisas cooperam para o bem daqueles que amam a Deus, daqueles que são chamados segundo o seu propósito. (Romanos 8.28)

Introdução.
As adversidades não são para nos destruir, são para no fazer crescer, nos fazer fortes, experientes,... e para nossa exaltação.

 O texto base dessa mensagem narra a história de José do Egito. Um homem reto,  temente e obediente a Deus, que quando jovem, bem jovem foi invejado, odiado e vendido  por seus próprios irmãos. José passou por momentos angustiosos, separado de seu querido pai, de seu irmão caçula e de sua terra natal, vendido como escravo, humilhado, caluniado, acusado de assédio sexual por sua senhora foi preso injustamente por muitos anos.
 José poderia se sentir rejeitado e abandonado por Deus, poderia ter perdido a fé, mas, não, ele não duvidou de Deus, não O abandonou, continuou na sua fé e fidelidade a Deus; por causa disso, Deus o exaltou tornando-o governador do Egito. Agora, segundo o texto, José se encontra com seus irmãos e declara que foi Deus quem o enviou para o Egito; aquela adversidade não foi para destruir José, foi para que seu povo e todos os povos fossem salvos da morte pela fome que assolou toda aquela terra; foi para que o nome de Deus e de José fosse exaltado diante dos povos e seus inimigos; no fim de tudo, José entendeu o porque daquele sofrimento.
 Quando passamos pela adversidade muitos questionamentos passam pela nossa mente. Todavia, só entendemos o porque quando no final dela recebemos a vitória; ai percebemos os benefícios que tiramos da adversidade.
 Um outro exemplo é o de Davi. O gigante Golias não se levantou contra  ele e o povo de Israel para os destruir, embora fosse essa a sua intenção; havia um propósito divino por  trás daquela guerra, daquela perseguição; ao meu entender o propósito era a exaltação de Deus e de Davi. A partir do momento que Davi venceu e matou o gigante Golias( aquele menino que aos olhos humanos não tinha condições nenhuma de guerrear contra um gigante de três metros de altura e muito menos vencê-lo), a partir daquele momento, Davi não foi mais o mesmo, ele foi honrado e exaltado por Deus diante de seu povo e de seus inimigos.
 Um outro exemplo foi o do rei Ezequias, um homem temente a Deus que de uma hora pra outra ficou gravemente doente, de uma chaga mortal. Este homem não queria morrer; embora tudo parecesse perdido pois foi o próprio Deus quem disse que ele morreria; Ezequias não se conformou em morrer jovem, ele orou a Deus,  Deus o ouviu, lhe deu mais quinze anos de vida e exaltação sobre seus inimigos. Ezequias viu naquela adversidade um grande benefício para sua vida, ele declarou: Eis que foi para minha paz que tive eu grande amargura. (Isaías 38:17)
 Um outro exemplo muito conhecido foi o de Jó, não tem como, falar de adversidade e não mencionar Jó; ele também era um homem reto, temente a Deus e que desviava do mal, declaração feita pelo próprio Deus. Como conhecemos a história de Jó, ele perdeu todos os seus bens e de uma só vez morreram seus dez filhos e, para piorar a situação Jó perdeu a saúde, ficou como um trapo humano, cheio de feridas da cabeça aos pés, diz a história que saia bichos de suas feridas. Todavia, no final daquela grande adversidade Jó entendeu o porque daquilo tudo, ele declarou: Verdadeiramente eu te conhecia de ouvir falar, mas agora os meus olhos te vêem. Jó tirou daquela adversidade um grande benefício, o de conhecer Deus de fato e verdade, no final de tudo, daquela humilhação e sofrimento ele foi exaltado por Deus diante daquela nação e Deus lhe deu em dobro tudo o que ele possuía antes, e lhe deu outros dez filhos.
 Ao ver esses exemplos podemos ver que as adversidades não são para o nosso mal e sim para o bem; pois a própria palavra de Deus diz que as tribulações produzem perseverança, e a perseverança, experiência; e a experiência, esperança.(Rom 5:3) Ela diz também  que todas as coisas contribuem para o bem daqueles que amam a Deus...(Rom 8:28)
 Talves você esteja passando por uma grande adversidade e muitos questionamentos tem passado pela sua mente, te digo por experiência própria: Não perca tempo perguntando o por que, ore a Deus pedindo forças, paciência e vitória que no final de tudo, depois de receber a sua vitória, que é certa se assim você crê, você entenderá o porque e para quê,  e sairá dessa adversidade uma nova pessoa, mais forte e maduro espiritualmente, com muita experiência de vida para testemunhar, para edificação de outros e exaltadoª por Deus em nome de Jesus.

 Que Deus te abençoe ricamente em nome de Jesus!

Mensagem iluminada pelo Santo Espírito de Deus.
Em:24/04/2014.
Autora: Sandra Moura. 

Joelho Dobrado (Ilustração)

 
Você já viu um passarinho dormindo num galho ou num fio sem cair? Como é que ele consegue isso? Se nós tentássemos dormir assim, iríamos cair. O segredo está nos tendões das pernas do passarinho. Eles são construídos de forma que, quando o joelho está dobrado, o pezinho segura firmemente qualquer coisa. É uma maravilha, não é? Que desenho incrível que o criador fez para segurar o passarinho! Mas, não é tão diferente em nós. Quando nosso galho na vida fica precário, quando tudo está ameaçado de cair, a maior segurança, a maior estabilidade nos vem de um joelho dobrado, dobrado em oração.
 Se você, algumas vezes, se vê num emaranhado de problemas que o fazem perder a fé, desanimar de caminhar; não caminhe mais sozinho, pois Jesus quer fortalecê-lo e caminhar com você por toda  sua vida.
 É ele quem renova suas forças e sua fé; e, se cuida de um passarinho, imagina o que não fará por você. Basta você crer!

    "Se permanecerdes em mim e as minhas palavras permanecerem em vós, pedireis o que quiseres e vos será feito."(João 15.7)
"Lançai sobre Ele toda a vossa ansiedade, porque Ele tem cuidado de vós." (I Pedro 5.7)

(Extraído) 


 

Salmos 46:1-5,10,11



Deus é o nosso refúgio e fortaleza,
socorro bem presente nas tribulações.
Portanto, não temeremos
ainda que  a terra se transtorne
e os montes se abalem no seio dos mares;
ainda que as águas tumultuem e espumejem
e na sua fúria os montes se estremeçam.
Há um rio, cujas correntes
alegram a cidade de Deus,
o santuário das mordas do Altíssimo.
Deus está no meio dela; jamais será abalada;
Deus a ajudará desde antemanhã.
Aquietei-vos e sabei que eu sou Deus;
sou exaltado entre as nações,
sou exaltado na terra.
O Senhor dos Exércitos está conosco;
o Deus de Jacó é o nosso refúgio.


"Ainda que pareça tudo perdido há uma esperança, Jesus, e ele te dará a vitória se assim você crê."

quinta-feira, 1 de maio de 2014

A Casa do Pai


Não se turbe o vosso coração; credes em Deus, crede também em mim.
Na casa de meu Pai há muitas moradas. Se assim não fora, eu vo-lo teria dito. Pois vou preparar-vos lugar.
E, quando eu for e vos preparar lugar, voltarei e vos receberei para mim mesmo, para que, onde eu estou, estejais vós também. (João 14:1-3)

Na casa do Pai será felicidade eterna, pois todas as lágrimas serão enxugadas.
 
 Nesse texto de João 14, Jesus estava se despedindo dos discípulos pois sua crucificação estava próxima. Os discípulos estavam tristes por causa do sofrimento de Jesus e em saber que Jesus voltaria para o Pai e não mais o veriam. Neste texto Jesus promete preparar lugar na casa do Pai para que um dia todos estivessem juntos dele eternamente.
 Enquanto os discípulos viveram,  aguardaram essa promessa, agora estão aguardando no paraíso a ressurreição e, quando isso acontecer a promessa do Senhor Jesus será cumprida em suas vidas.  Assim, como, os discípulos, estamos aguardando essa promessa, em que enfim, um dia, estaremos na casa do Pai juntamente com Jesus eternamente. Lá estaremos livres de todo sofrimento que este mundo nos impõe, estaremos livre de toda dor, Deus enxugará dos olhos toda lágrima, e a morte já não existirá, já não haverá luto, nem pranto, porque as primeiras coisas passaram. Nunca mais haverá qualquer maldição. Nela estará o trono de Deus e do Cordeiro. Os seus servos o servirão, contemplarão a sua face, e na sua fronte está o nome dele. (Apocalipse 21.4;22:3,4)
 Só entrará na casa do Pai aquele que é limpo de mãos e puro de coração, que não entrega a sua alma a falsidade, nem jura dolosamente. Este obterá do Senhor a benção e a justiça do Deus da sua salvação. (salmos 24:4,5)
 Ficarão fora da casa do Pai os covardes, os incrédulos, os abomináveis, os assassinos, os impuros, os feiticeiros,  os idólatras e todos os mentirosos, a parte que lhes cabe será no lago que arde com fogo e enxofre, a saber a segunda morte.(Apocalipse 21:8)
 Vigiemos, pois Jesus breve voltará. Limpemos o nosso coração a cada dia, obedeçamos a palavra do Senhor e sejamos fiéis  a ele até o fim de nossa vida, para que possamos morar na casa do Pai.

 Que Deus te abençoe ricamente em nome de Jesus.

Mensagem iluminada pelo Santo Espírito de Deus.
Em: 01/05/2014.
Autora: Sandra Moura.