segunda-feira, 17 de novembro de 2014

Confissão e Perdão dos Pecados


1.Bem- aventurado aquele cuja iniquidade é perdoada,
cujo o pecado é coberto.
2.Bem-aventurado o homem a quem o Senhor não atribui iniquidade
e em cujo o espírito não há dolo.
3.Enquanto calei os meus pecados,
envelheceram os meus ossos
pelos meus constantes gemidos todo dia.
 4.Porque a tua mão pesava sobre mim,
e o meu vigor se tornou em sequidão de estio.
5.Confessei-te o meu pecado
e a minha iniquidade não mais ocultei.
Disse: confessarei ao Senhor
as minhas transgressões;
e tu perdoaste a iniquidade do meu pecado. (Salmos 32. 1-5)

Introdução.
 O pecado ocultado trás tormento para a alma. Mas, o pecado confessado trás o perdão e a paz interior.

 O texto base dessa mensagem fala da felicidade daquele cujo o pecado é perdoado, cujo o pecado é apagado ou tirado. E que, feliz o homem a quem o Senhor não atribui pecado, e em cujo o espírito não há engano.
  Por que esse homem é feliz? Porque ele está em paz com Deus, nada lhe impede de ter comunhão com Deus, pois o pecado nos separa de Deus, e essa separação trás muita tristeza para a alma.
  No versículo 3, do texto base, o salmista Davi diz: ' Enquanto me calei envelheceram os meus ossos pelo meu bramido o dia todo.' Isso quer dizer que enquanto Davi escondeu, não confessou o seu pecado a Deus ele se sentiu doente, porque a sua alma estava enferma, e isso desencadeou enfermidades em seu corpo. A ponto de sentir dores em seus ossos como se estivessem envelhecidos, por causa da constante tristeza e choros diários. Essa é uma das consequências do pecado não confessado: a enfermidade da alma e consequentemente do corpo.
   Uma outra consequência do pecado escondido, não confessado, é a falta de paz de espírito, ou seja, a consciência pesada. O salmista diz no versículo 4: ' Pois de dia e de noite a tua mão pesava sobre mim'. Deus quer que confessemos os nossos pecados para que sejamos livres e nada seja impecilio a nossa comunhão com Ele. Quando o salmista diz que a mão do Senhor pesava sobre ele, nada mais era do que o Espírito Santo o cobrando à fazer a confissão dos seus pecados.
   Quando o pecado é confessado parece que sai um peso das costas, e há um alívio muito grande. O salmista diz no versículo 5: ' Confessei-te o meu pecado, e a minha maldade não encobri. disse: confessarei ao Senhor as minhas transgressões; e tu perdoaste a culpa do meu pecado'.
    A confissão dos pecados trás para a pessoa o perdão dos pecados, a purificação da alma, paz de espírito, alegria e felicidade.
    Então, se você está com pecados ocultos não perca tempo, confesse-os à Cristo, pois a palavra de Deus diz: ' Filhinhos, não pequeis, mas, se alguém pecar temos um advogado junto com o Pai, Jesus Cristo o Justo. E se confessarmos os nossos pecados, Ele é fiel e justo para nos perdoar os pecados e nos purificar de toda injustiça'. (I João 1.9; 2.1)
   Não tenha medo, se prostre diante de Deus, peça sua misericórdia, pois a um coração quebrantado e contrito o Senhor não despreza.

      Que Deus te abençoe ricamente em nome de Jesus!

Mensagem iluminada pelo Santo Espírito de Deus.
Em:01/11/2014.
Autora: Sandra Moura. 
 

terça-feira, 4 de novembro de 2014

Paciência (Ilustração)


Deus promete a Abraão uma porção de descendentes quando ele tinha 75 anos (Gêneses 12.4). Ele teria 100 anos quando Isaque finalmente nasceu (Gêneses 21.3) Isso significa que Abraão e Sara esperam 25 anos pela promessa.
 Não sabemos quanto tempo Abraão já aguardava nesse ponto da história, mas a Bíblia diz que ele tinha 86 anos quando Ismael nasceu (Gêneses 16.16), portanto podemos imaginar que essa conversa entre Deus e Abraão ocorreu na primeira década depois da promessa.
 Portanto, quanto tempo você espera pelas respostas às suas orações? Uma semana é demais? Um mês? Esperar durante um ano parece estar além de nossa capacidade. Ver que Abarão esperou por um quarto de século deveria nos dar esperança para aguardar as respostas às nossas orações.
 Apesar de Abraão ter tentado  ajudar  Deus a cumprir a promessa quando atendeu o pedido de Sara e teve seu filho Ismael com Agar, ele já havia esperado pelo cumprimento da promessa por 16 anos, o que é um tempo considerável; sendo assim podemos entender sua atitude, considerando o fato de que nenhum ser humano é perfeito.
 Que resposta de Deus você está esperando? A volta de um filho rebelde? A salvação de uma família? A restauração de seu casamento? Um emprego? Uma cura? Qualquer que seja o motivo, continue a orar e esperar. Entregue o pedido a Deus e deixe-o operar em seu tempo. A resposta valerá a pena.

 "Esperei com paciência no Senhor, e ele se inclinou para mim, e ouviu o meu clamor."
(Salmos 40.1)

(Extraído)

sábado, 1 de novembro de 2014

Confie!


Não temas, porque eu sou contigo; não te assombres porque eu sou o teu Deus; eu te fortaleço, e te ajudo, e te sustento com minha destra fiel. (Isaías 41.10)
Mas agora, assim diz o Senhor, que te criou ó Jacó, e que te formou, ó Israel: Não temas, porque eu te remi; chamei-te pelo teu nome, tu és meu. (Isaías 43.1)

Introdução.
 O Senhor te salvou, por isso não tenha medo.

 Diante das dificuldades muitas vezes nos sentimos impotentes, temerosos e muitas vezes sem forças. Porém, nosso Deus nos diz: Não temas! Porque Eu Sou contigo; não te assombres, porque Eu Sou o teu Deus; Eu te fortaleço; e te ajudo, e te sustento com a minha destra fiel.(Is. 41.10)
Então, confie, o Senhor Jesus é a sua força, busque nele a força que você precisa.
  Confie, o Senhor Jesus é o teu ajudador. As vezes buscamos ajuda nas pessoas, e muitas das vezes elas não podem nos ajudar, porque tem coisas que só Deus pode fazer por nós. Ele diz em sua palavra: Porque Eu, o Senhor, te tomo pela tua mão direita e te digo: Não temas, que eu te ajudo. O Senhor nosso Deus nos pega pela mão assim como um pai e uma mãe pega na mão de seu filhinhoª, e o filhinhoª sente uma confiança tão grande que ele não tem medo de nada, pois o seu papai, a sua mamãe está segurando em sua mão. É assim, que temos que nos sentir a respeito do nosso Pai celestial: confiantes; pois ele nos garante segurança, devemos confiar no nosso Pai, se fizermos isso não temeremos nada.
  Confie, o nosso Deus é o seu provedor. As vezes nos vemos com falta de saúde, de emprego, de dinheiro, de amor, de cuidado..., mas, Deus diz que assim como ele cuida das aves do céu, ele cuidará de nós, entrando com providência naquilo que necessitamos, pois temos muito mais valor do que elas. Ele diz em sua palavra: Observai as aves do céu: não semeiam, não colhem, nem ajuntam em celeiros; contudo, vosso Pai celestial as sustenta. Porventura, não valeis mais do que as aves? O nosso Senhor Jesus diz ainda: Não temais, pois!  Bem mais valeis vós de que muitos pardais.(Mt 6.26;10.31)
  Confie, Ele tem propósitos maravilhosos para você. O Senhor nosso Deus tem preparado para nós, lá no céu, coisas maravilhosas; ele enxugará de nossos olhos toda lágrima, ele preparou para nós um lugar de gozo, paz... e felicidade eterna ao seu lado. Ele diz em sua palavra: "Não temais, ó pequenino rebanho; porque vosso Pai se agradou em dar-vos o seu reino.(Lc 12.32)
   Confie, Ele vem a você, por isso tenha ânimo. As vezes ficamos desanimados devido a situação difícil de nossa vida, mas, se chamarmos por Jesus, ele vem até a nós e nos ajuda. O nosso Deus diz em sua palavra: Dizei aos desalentados de coração; sede fortes, não temais. Eis o vosso Deus. A vingança vem, a retribuição de Deus; ele vem e vos salvará.(Is 35.4)
  Tal vez, você está sentindo-se inseguroª, temerosoª... devido a situação de sua vida, mas, não tenha medo, confie, pois o nosso Deus é contigo; foi Ele quem te salvou, Ele é o Todo-Poderoso e com ele ninguém pode. Creia sempre que ele está contigo e que a vitória é tua em nome de Jesus. 

    Que Deus te abençoe ricamente em nome de Jesus!

Mensagem iluminada pelo Santo Espírito de Deus.
Em: 28/09/2014.
Tópicos extraídos da Bíblia da Pregadora.
Desenvolvimento: Sandra Moura.