sexta-feira, 25 de outubro de 2013

O Propósito do Espírito Santo é nos Libertar do Pecado

 Que o Deus da esperança os encha de toda alegria e paz, por sua confiança nele, para que vocês transbordem de esperança pelo poder do Espírito Santo. (Romanos 15. 13)


Cristo era Deus em forma humana, Ele não tinha pecado, no entanto morreu por causa dos  nossos pecados. Estávamos separados do Pai por causa de nossas transgressões. Entretanto, quando clamamos o nome de Cristo, somos salvos; aceitamos seu perdão purificador e nos tornamos santos para Deus.

Jesus, contudo, não nos livrou apenas do pecado do passado; ele nos deixou o Espírito Santo, que nos ensina todas as coisas e nos dá poder para curar, expulsar demônios e, acima de tudo, sermos como Cristo.

Muitos descrentes argumentam que seria injusto Deus nos criar com a capacidade de pecar e julgar-nos quando cometemos um erro. Entretanto, o Senhor é justo. Ele deseja ter um relacionamento sincero e amoroso com todas as pessoas, por isto possibilitou, pela morte sofrida de seu Filho, que alcançássemos a pureza necessária para estarmos em sua presença e refletirmos sua glória.

Não precisamos preocupar-nos, pensando que Deus é mal ou injusto. Ele não é um tirano sedento de poder. É um Pai amoroso que deseja que seus filhos vivam seguros e em paz; e pelo poder do Espírito Santo, podemos alcançar esse objetivo.

A determinação é boa e impressionante. A genialidade é dom excelente. Os pensamentos inspiram e estimulam. Todavia, é necessária uma capacitação divina_ e mais energia do que a determinação, a genialidade ou o pensamento _ para romper as amarras do pecado e alcançar corações afastados de Deus; para reparar as brechas  e restaurar a igreja aos caminhos antigos da pureza e do poder. Nada além do Espírito Santo pode realizar essa tarefa.


                                                                                                       E. M. Bounds

Extraído do livro: Água da Rocha.
                                                                                            

Nenhum comentário:

Postar um comentário