segunda-feira, 11 de fevereiro de 2019

Não Despreze a Jesus

Então, sua mulher lhe disse: Ainda conservas a tua integridade? Amaldiçoa a Deus e morre.
Mas ele lhe respondeu: Falas como qualquer doida; temos recebido o bem de Deus e não receberíamos também o mal? Em tudo isso não pecou Jó com seus lábios. (Jó 2. 9,10)

Introdução.

Não despreze a Jesus por causa de sua dor; pois ele é o único caminho de solução pra sua vida.

O diálogo acima  trouxe ao meu coração uma reflexão muito importante, trata-se de um diálogo entre Jó e sua esposa. Todo cristão conhece a história de Jó, na sua biografia diz que Jó era da terra de Uz

( mais ou menos no noroeste da Arábia Saudita, com outro nome na atualidade); que ele tinha sete filhos e três filhas, que possuía muitos bens, de modo que ele era o maior, ou seja, o mais bem sucedido em sua terra, resumindo, ele era o mais rico; e diz também a narrativa bíblica, que Jó era um homem íntegro, reto, temente a Deus e que desviava do mal.
 Jó, todos os dias se levantava pelas madrugadas e chamava seus filhos, e os santificava oferecendo ofertas de sacrifícios por cada filho, intercedendo assim por eles a Deus. Certo dia os filhos de Deus vieram apresentar-se diante de Deus e também veio Satanás no meio deles; e disse Deus a Satanás: "Observaste o meu servo Jó? Não há na terra homem semelhante a ele, homem íntegro e reto, que teme a Deus e se desvia do mal." É interessante notar a declaração do Senhor Deus a respeito de Jó, dizendo: Observaste, ou seja, prestaste a atenção, no meu servo Jó? Não há na terra homem semelhante a ele..." essa declaração me faz pensar: "O que Deus pensa e diz a meu respeito no mundo espiritual?"
 Na narrativa bíblica diz que Satanás, rodeia e passeia pela terra, ou seja, ele fica sondando o território e as pessoas que ele considera dele e também os servos de Deus, por isso Deus lhe pergunta: observaste o meu servo Jó? Com certeza Satanás observava a Jó, sua vida e seu comportamento; e, via e sabia que Deus o protegia, assim como os seus e lhe abençoava extraordinariamente multiplicando seus bens na face da terra; que Jó era um homem íntegro e reto, temente a Deus e que desviava do mal. Mas, Satanás não conhecia o coração de Jó, pois ele atribuía a fidelidade de Jó a Deus, porque Deus o abençoava; mas, Deus conhecia o coração de Jó; só Deus conhece o nosso coração; nem nós conhecemos o nosso próprio coração.
 Quando Deus fez a declaração a respeito de Jó, Satanás disse:" Em vão teme Jó a Deus, acaso não o tens protegido de todos os lados, a ele e aos seus; não tens abençoado tudo quanto tem; os trabalhos de suas mãos abençoastes e se multiplicam seus bens na terra? Mas, estende a tua mão sobre tudo o que tem, e tira-lhe, e verás se não te blasfemarás na tua face?" Preste a atenção nesta declaração de Satanás, ele declara e confirma a proteção de Deus de todos os lados na vida de seus servos; as  bençãos e a proteção dos seus; e que ele, Satanás, não tem poder pra tocar no servo de Deus a não ser que ele permita; pois Satanás diz: "Estende a tua mão e tira-lhe." Queridoª, Satanás não tem poder sobre a vida do servo fiel a Deus, e nem tem poder sobre a vida de sua família... e nem de seus bens, pois estão protegidos pelo Todo- Poderoso Deus.
 Satanás por não conhecer o coração de Jó, o julgou erroneamente, mas, Deus o conhecia e sabia da fidelidade de Jó, e do apego que Jó tinha por Ele.  E, foi lançado ali um desafio de Satanás a Deus, pois praticamente Satanás estava dizendo que a declaração de Deus a respeito de Jó não era verdadeira; e, Deus permitiu que Satanás  tocasse em tudo que Jó possuía, nos seus bens, na sua família e na sua saúde; menos na vida dele.
 Quase que simultaneamente Jó perdeu tudo o que tinha, tudo foi roubado e destruído pela força da natureza; seus bens foram roubados por povos inimigos, seus servos assassinados e seus dez filhos foram mortos pela força de um furacão.
 E, diante de tudo isso é interessante notar a resignação e o desapego de Jó; depois de receber a notícia das desgraças ocorridas em sua vida e na vida de seus filhos, Jó se levantou, rasgou suas vestes, rapou sua cabeça em sinal de um grande lamento e dor, lançou-se em terra e adorou a Deus, dizendo:" Nu saí do ventre de minha mãe e nu voltarei para "lá"; o Senhor o deu, o Senhor o tomou, bendito seja o nome do Senhor."(Jó 1.20,21). Em outras palavras, Jó estava dizendo: "Vim a esse mundo sem nada, sairei dele sem nada; meus filhos eram de Deus, foi ele quem me deu, se ele os quer de volta eu me resigno e o adoro."
 Essa declaração de Jó nos diz uma grande verdade, viemos nu, sem nada a este mundo e sairemos dele sem nada; quando morrermos não levaremos nada, tudo o que temos ficará aí. Essa atitude de Jó, nos dá um exemplo de vida e atitude, de que não devemos nos apegar ao que temos a ponto de não vivermos sem elas, é claro que devemos gostar e amar o que temos, mas esse amor, esse apego, não deve ser maior do que o amor e o apego que temos pelo nosso Deus e Senhor Jesus Cristo; pois ele é o único que levaremos quando partirmos desse mundo.
 As coisas passam, as pessoas passam e temos que saber e aprender a viver sem elas, ainda que nos doa profundamente. Muitas pessoas estão tão apegadas àquilo que têm, que quando perdem enlouquecem e até morrem, pois não suportam a dor da perda; mas, quando estamos mais apegados a Deus ele nos ajuda a superarmos a dor da perda e nos resignarmos. 
 Diante da situação lastimável de Jó, ele foi tentado por Satanás a amaldiçoar e desprezar a Deus por tudo aquilo. Satanás estava querendo de todas as formas provar a Deus que Jó só era fiel a ele por causa das bençãos recebidas e não por quem ele é. E, Satanás não descansou do seu intento, o que ele conseguiu fazer com a mulher de Jó, ele queria fazer com Jó, usando a própria esposa de Jó como instrumento dele.
 A esposa de Jó, usada por Satanás, chegou perto dele , e disse: " Ainda manténs sua integridade? Amaldiçoa a Deus e morre." Satanás semeou no coração da esposa de Jó tanta raiva de Deus, que ela já o tinha desprezado e o amaldiçoado, e atribuído a Deus todas as desgraças ocorridas em sua vida e na vida de seu esposo, que ela se irritou e até sentiu ódio pela atitude e Jó, pois depois daquela tragédia ele ainda se mantinha fiel e temente a Deus.
 Mas, Jó, não cedeu aquela tentação, ele não deu ouvidos aquelas palavras, ele reprendeu sua esposa, dizendo em outras palavas: "Então, enquanto eu sou abençoado por Deus, eu sou fiel a ele, mas, quando o mal sobrevém em minha vida eu  o desprezo? Tu falas como uma doida, de maneira nenhuma farei isso." Em outras palavras Jó estava dizendo pra sua esposa e pra todos em sua volta:" Eu não o sirvo, e o adoro pelo que ele  faz em minha vida; eu o sirvo, e o adoro pelo o que ele é. Se Deus fizer, ele é Deus; se não fizer, ele é Deus e sempre será o meu Deus."
 Tal vez, você está passando por uma grande dor, uma grande adversidade e também está sendo tentadoª por Satanás a desprezar e amaldiçoar a Deus e, culpá-lo por tudo o que tem ocorrido em sua vida. Mas, não ceda a essa tentação, não dê ouvidos a ele, pois ele está mentindo pra você, ele só quer te destruir e te distanciar Daquele que é o único que pode te fazer vencer tudo isso; faça como Jó fez, repreenda o diabo e diga para ele, que você não serve a Deus pelo o que ele faz em sua vida, mas pelo o que ele é. Se Deus fizer, ele é Deus; se não fizer, ele é Deus; e sempre será o seu Deus...
 Mesmo em meio a tanta dor, Jó, continuou a ser o mesmo que sempre foi, fiel, integro e reto, temente a Deus e desviando do mal.  Que grande exemplo é este personagem para nós! Quantos não têm agido ou agiram assim; quantos outrora eram fiéis, declararam o seu amor e sua fidelidade a Deus enquanto estava tudo bem, mas quando o dia mal sobreveio na vida deles blasfemaram contra Deus, o desprezaram e deram as costas para ele, não querem nem mais ouvir falar de Deus e de Igreja; seus corações estavam mais apegados ao que tinham do que a Deus.
 Temos que avaliar nosso coração; em que ele está mais apegado, a Deus ou ao que temos? Será que ele sente que vai morrer, que sua vida vai perder o sentido se perder algo que tem ou alguém?
 Apesar de toda aquela dor, Jó, não perdeu sua fé em Deus; e, Jó fez uma declaração linda, que na minha opinião todo aquele que passa por adversidade e crê em Deus deve fazer, ele disse: " Eu sei que o meu Redentor vive, e que por fim se levantará sobre a terra. E depois de consumida a minha pele, ainda em minha carne verei a Deus. Vê-lo-ei por mim mesmo, com os meus próprios olhos, eu , e não outros. Como o meu coração anseia."
Jó, estava dizendo com essas palavras que ele tinha certeza que servia a um Deus vivo, que o Deus dele, não era um Deus morto e, que um dia o seu Deus ia se manifestar em sua vida, ou seja, ia mudar a sua história e, que ele viveria pra ver isso. Que exemplo de fé é esse personagem para nós! Queridoª, o mesmo Deus que Jó servia e cria, é o mesmo Deus que cremos e servimos; o Deus Todo Poderoso, criador do céu e da terra, do mar e de tudo o que nele há...o Deus único; se você ainda não serve e crê nesse Deus, saiba que ele é o único Deus; nosso Deus Pai e Senhor Jesus Cristo, é o único Deus que pode mudar a sua história.
 Se Jó, foi capaz de manter sua fé  mesmo diante de tanta desgraça, de tanta dor, nós podemos também; não pense que está tudo perdido, terminado, pois não está, Deus está no controle de sua vida, trabalhando a seu favor, tão somente creia que tudo dará certo em nome de Jesus.
 A fé e a fidelidade de Jó foi grandemente considerada por Deus. E, por isso Deus o recompensou extraordinariamente mudando sua vida, o tirando daquele sofrimento, curou suas feridas restaurando assim sua saúde, lhe deu em dobro de tudo o que antes possuía, o tornando ainda mais rico, e lhe deu outros dez filhos; suas filhas eram as mais belas de todas as mulheres de sua região. Jó viveu farto de dias, viveu cento e quarenta anos, e viu os filhos de seus filhos até a quarta geração; algumas pessoas vivem no máximo pra ver a segunda e a terceira geração, mas, Jó, viu até a quarta.
 É isso que Deus faz na vida daquele que é fiel, que teme a ele e crer nele, Ele acumula de bençãos, ele faz infinitamente mais tudo o que pedimos ou pensamos... 
 Queridoª, eu não sei o que se passa em sua vida, que tipo de prova, de dor que tu tens enfrentado, mas, saiba de uma coisa: " Deus sabe o porque de tudo em nossa vida, nós não sabemos, por isso não entendemos, mas  Deus sabe. E, te digo uma coisa: " Não despreze a Jesus por causa de seu sofrimento, pois ele é o único que pode dar a solução pra sua vida,  te salvar de tudo o que te aprisiona e te entristece."
 Deus está no controle da minha e da tua vida, e os pensamentos dele a meu  e a seu respeito, é de bem e não de mal; para nos dar o fim que esperamos, e que ele espera para minha e para tua vida; creia nisso, e assim será em nome de Jesus.

  Que Deus te abençoe ricamente em nome de Jesus!


Mensagem iluminada pelo Espírito de Deus.

Em: 02/01/2019.
Autora: Sandra Moura.





Nenhum comentário:

Postar um comentário