quarta-feira, 1 de julho de 2015

A Demora Divina


Os meus olhos desfalecem, esperando por tua promessa; eu digo: Quando me consolarás?
(Salmos 119.82).
Sabendo que a prova da vossa fé desenvolve a perseverança. ( Tiago 1.3)

Int.
 A demora Divina testa a fé, desenvolve a perseverança e amadurece espiritualmente as pessoas.

 A demora Divina prova a nossa fé.
No texto de Tiago 1.3, diz: "Sabendo que a prova da vossa fé..."  Provar é testar, assim como o ouro é passado pelo fogo para ser testado, para que seja purificado e possa ficar perfeito sem nenhuma impureza para que não perca o seu valor; o salvo também é passado pelo "fogo" da provação para que redunde, ou seja, para que o resultado ou a finalidade disso seja o louvor, glória e honra na revelação de Jesus Cristo e por fim a salvação da sua alma (I Pedro 1.7-9). Depois de ser provado e aprovado o salvo experimentará  o louvor, a glória e a honra de Deus em sua vida e no final quando Jesus vier a salvação eterna.
  A demora Divina desenvolve a perseverança ou a paciência.
No texto de Tiago 1.3, também diz: "... a prova da vossa fé desenvolve a perseverança." Uma vez a fé sendo testada logo desenvolveremos a perseverança, a paciência ou persistência; condição necessária para obtermos a vitória. Em Tiago 5.7, o autor fala da paciência do lavrador na espera do fruto da terra aguardando-o  com paciência as primeiras e últimas chuvas. A paciência é necessária pois há o tempo certo para todas as coisas, até para a resposta de Deus.
  A demora Divina nos tornam maduros e completos.
Desenvolvida a perseverança nos tornamos maduros e completos, em Tiago 1.4, diz: " Ora a perseverança deve terminar a sua obra, para que sejais maduros e completos, não tendo falta de coisa alguma."  O tempo faz amadurecer; em nossa vida física quanto mais crescemos, mais maduros somos e não é diferente em nossa vida espiritual, as provações prolongadas trazem esse amadurecimento e quando nos tornamos maduros estamos completos(perfeitos...). Veja o caso de Jó, a sua provação foi longa a ponto dele desejar morrer, mas, no fim dela Jó se viu com mais conhecimento de Deus, ele cresceu espiritualmente e chegou a conclusão que  conhecia o Senhor de ouvir falar, mas, agora, disse ele: Os meus olhos te vêem; ou seja te conheço porque te vejo em minha vida (Jó 42.5).
  A demora Divina é para que haja arrependimento.
A palavra de Deus diz que ele não retarda a sua promessa...Ele é longânimo para conosco pois não quer que ninguém se perca, senão que todos venham arrepender-se (I Pedro 3.9). Muitas das vezes Deus permite a adversidade na vida da pessoa para que ela acorde para a vida, e perceba o quanto de errada ela está e tem feito e que precisa mudar, se arrepender e se voltar para Deus para que seja salva.
  Muitas pessoas são humildes e reconhecem logo suas faltas, mas, há outras, que são duras e só através do sofrimento  é que elas se dobram; quanto mais demorar a dureza do coração da pessoa, mais prolongada será a adversidade até que ela chegue a onde Deus quer.
  Há na Bíblia exemplos de pessoas  com sofrimentos longos, um deles foi o salmista Davi, pelas suas declarações dá pra ver que estava sofrendo por muito tempo, veja o que ele diz: "Os meus olhos desfalecem, esperando por tua promessa; eu digo: Quando me consolarás?(Salmo  119.82). Até quando, ó Senhor? .Esquecer-te-ás de mim para sempre?(Sl 13.1).  A resposta de  Deus para ele estava demorando tanto que até pensou  que Deus o tinha esquecido. Quantos de nós não pensamos a mesma coisa? Mas Deus não esquece de seus filhos!
  Um outro exemplo foi o do profeta Habacuque, a ele também parece que estava demorando a resposta Divina, ele disse: " Até quando, Senhor, clamarei eu, e tu não me escutas? Ou gritarei a ti: Violência! E não me salvarás? Habacuque chegou a ponto de pensar que Deus não o estava escutando. Quantos de nós não pensamos o mesmo? Mas, os ouvidos do Senhor não estão agravados para que não possa nos ouvir.
 O segredo é esperar com paciência  a resposta Divina. O salmista Davi disse: " Esperei com paciência pelo Senhor, ele se inclinou para mim, e ouviu o meu clamor. Tirou-me de um lago horrível, de um charco de lodo; pôs os meus pés sobre uma rocha, firmou os meus passos" (Salmos 40.1,2). A palavra de Deus também diz: " Sede, pois, irmãos, pacientes até a vinda do Senhor... Sede pacientes, e fortalecei os vossos corações, porque  a vinda do Senhor está próxima" (Tiago 5.7). É na perseverança que receberemos nossa vitória e ganharemos nossa salvação.
  O Senhor não retarda a sua promessa! Há um ditado popular que diz:  Deus tarda, mas não falha. Isso não é verdade, pois Deus não tarda, Ele tem o tempo certo de fazer todas as coisas; na realidade nós é que achamos que Ele está demorando. Na palavra de Deus diz: " Mas, amados, não ignoreis: que um dia para o Senhor é como mil anos, e mil anos como um dia" (II Pedro3.8). Isso quer dizer que o tempo de Deus não é como o nosso; você pode está esperando a resposta de Deus durante um ano, mas pra Deus é apenas algumas horas.
 A palavra de Deus diz ainda: " O Senhor não retarda a sua promessa, ainda que alguns à têm por tardia. Ele é longânimo para convosco, não querendo que ninguém se perca, senão que todos venham arrepender-se" (II Pedro 3.9).
 A demora Divina tem sempre um propósito e, com certeza é para nos dar o fim que Deus espera e que esperamos. Deus sabe o tempo que cada pessoa precisa para chegar aonde Ele quer que chegue; a conclusão de tudo isso é, que Deus tem o tempo certo de agir em nossa vida e de responder nossas petições; tão somente é necessário que esperemos com paciência e perseverança que com certeza seremos respondidos.

    Que Deus te abençoe ricamente em nome de Jesus!

Mensagem iluminada pelo Santo Espírito de Deus.
Em:25/03/2015.
Título e Tópicos: Extraídos da Bíblia da Pregadora.
Desenvolvimento: Sandra Moura.
 
 

Nenhum comentário:

Postar um comentário