sexta-feira, 1 de maio de 2015

A Atitude de Deus Ante a Reincidência Pecaminosa e a Ingratidão no Velho Testamento



 Antes de tudo quero dizer que o caráter e os princípios de Deus são imutáveis.

 Estava meditando hoje a palavra de Deus e li algo que me impressionou, a respeito da atitude de Deus ao povo de Israel. A passagem está em Juízes 10. 6-16, que diz: "Tornaram os filhos de Israel a fazer o que era mal perante o Senhor e serviram aos baalins, e a Astarote, e aos deuses da Síria...; deixaram o Senhor e não o serviram.
 
Acendeu-se a ira do Senhor contra Israel, e entregou-os nas mãos dos filhisteus e nas mãos dos filhos de Amom., os quais, nesse mesmo ano, vexaram e oprimiram o povo de Israel por dezoito anos...
  Então os filhos de Israel clamaram ao Senhor, dizendo: Contra ti havemos pecado, porque deixamos o nosso Deus e servimos aos baalins.
  "Porém o Senhor disse aos filhos de Israel: Quando os egípcios, e o amorreus, e os filhos de Amom, e os filhisteus... vos oprimiam, e vós clamáveis a mim, não vos livrei eu das suas mãos?
  Contudo, vós me deixastes a mim e servistes a outros deuses, pelo que não vos livrarei mais.
  Ide e clamai aos deuses que escolhestes; eles que vos livrem no tempo do vosso aperto".
  Ao ler esta resposta de Deus ao povo de Israel, pude perceber que até Deus se cansa de tanta reincidência em pecar e de ingratidão. Há pessoas que sabem que estão pecando, que estão desagradando a Deus, mas continuam fazendo a mesma coisa, quando se dão mal choram, se arrependem... Deus perdoa... e logo depois tornam a fazer a mesma coisa, algumas chegam a dizer: Deus é amor!
  Verdadeiramente Deus é amor e a sua misericórdia dura para sempre. Mas, a palavra de Deus também diz que Ele também é fogo consumidor; e isso, não mudou e não muda.
  Continuando o texto sagrado: ante a resposta de Deus o povo de Israel disse ao Senhor: "Temos pecado; faze-nos tudo quanto te perecer bem; porém, livra-nos ainda esta vez, te rogamos.
  E tiraram os deuses alheios do meio de si e serviram ao Senhor; então, já não pôde Ele reter a sua compaixão por causa da desgraça de Israel."
  Ao meditar a atitude do povo de Israel diante do Senhor pude ver que Deus não rejeita a um coração verdadeiramente arrependido; um coração verdadeiramente arrependido se humilha diante de Deus e deixa o seu pecado, a palavra de Deus diz que aquele que confessa o seu pecado e o deixa, alcança misericórdia. E foi o que o povo de Israel fez, se humilhou, mesmo ante a recusa do Senhor, e tirou de suas vidas e de suas casas o que desagradava à Deus e Deus não pôde se conter, os perdoou e os livrou.
  Diante desse texto e dos acontecimentos nele narrados, posso dizer que Deus não muda; a sua misericórdia dura para sempre, a um coração quebrantado e contrito o Senhor não despreza, Ele é amor... Todavia não podemos esquecer que Ele é Fogo Consumidor, ou seja, ele é Justiça, e o seu caráter e princípios são imutáveis.
  Tomemos o cuidado para não abusar do amor e da misericórdia de Deus a ponto dele se cansar das nossas atitudes como aconteceu com o povo de Israel. A palavra de Deus diz que de Deus não se zomba, tudo que o homem plantar(atitude), ele colherá(consequência).



Que Deus abençoe a todos em nome de Jesus!


Por: Sandra  Moura


 

Nenhum comentário:

Postar um comentário