sexta-feira, 30 de janeiro de 2015

A irmã (ilustração)

 
Julieta e Juliana eram irmãs, porém Julieta sentia muita inveja de sua irmã Juliana. Dizia sempre que Juliana era mais bonita, tinha o cabelo mais bonito, tinha mais sorte na vida; enfim, Julieta não se interessava pela própria vida, mas passava o tempo vigiando a vida de sua irmã, o que ela possuía e o  que ela conquistava.
 Um dia um anjo ouviu as reclamações de Julieta e perguntou o que ela precisava pra se sentir satisfeita. Então ela pediu ao anjo que lhe desse jóias, uma mansão, um carro importado e mais outros bens materiais. De repente, para  espanto do anjo, Julieta demonstrou preocupação com sua irmã e perguntou ao anjo o que ele poderia fazer para ajudar Juliana, e o anjo disse-lhe que daria a Juliana o dobro de tudo que havia dado para ela e o que ainda haveria de dar. Imediatamente Julieta pediu ao anjo que furasse um olho seu para que depois ele furasse os dois olhos de Juliana.

  O invejoso é assim mesmo, ele está sempre preocupado em possuir o que o outro tem, e sua alegria, sua satisfação consiste em ver a derrota, o sofrimento dos outros.
  O invejoso é uma pessoa amarga, revoltada; que pode até sorrir, brincar, fingir sentir alegria, porém, no seu íntimo se esconde alguém incapaz de amar seu semelhante.
  O final do invejoso é a doença ( " O coração com saúde é a vida da carne, mas a inveja é a podridão dos ossos."), a morte física, espiritual e eterna ( Idolatria e feitiçaria; ódio, discórdia, ciúmes, ira, egoísmo, dissensão, facções e inveja; embriaguez, orgias e coisas semelhantes. Eu os advirto, como antes já os adverti: Aqueles que praticam essas coisas não herdarão o Reino de Deus." (Gálatas 5. 20-21)

 Todavia, Jesus pode mudar o caráter da pessoa invejosa e transformá-la num ser humano capaz de sentir grande alegria com o sucesso do seu semelhante.

(Extraído) 

Nenhum comentário:

Postar um comentário